Pesquisar

domingo, 14 de outubro de 2012

A pessoa que gosta de plantas

Hoje vim postar um texto que amei, retirado da página Planta Sonya no Face: http://www.facebook.com/plantasonya

A pessoa que gosta de plantas não faz questão de sujar a roupa, de ficar com terra debaixo das unhas, não liga de colocar a mão no esterco ou de pegar num cabo de enxada, este tipo de pessoa gosta de cuidar se suas plantas com muito carinho, gosta de fazer tudo sozinha, cuidar dos mínimos detalhes, a poda, a adubação, as regas e para isso não mede esforços, mesmo que o sol esteja quente, não faz q
uestão de suar um pouco em benefício de sua grande paixão.

Digo isso por que cresci vendo minha mãe cuidar de plantas e ela por sua vez aprendeu com minha avó e assim de geração em geração nossa família sempre cuidou de plantas.

Cuidar de plantas exige muito mais que conhecimento, é preciso amor, dedicação e respeito, senão as flores não crescem viçosas e bonitas. Onde a maioria das pessoas enxergam apenas uma flor, os amantes da Natureza enxergam vida, por isso tratam as plantas como se fosse gente e dispensam a elas a maior atenção e carinho.

Embora essas pessoas não esperem nada em troca, elas sempre são surpreendidas por seu jardim que sempre as retribuiu o carinho, com muitas flores, todas perfeitas ainda que não tenha se jogado nem um pouquinho de inseticida para combater pragas, sabe por que? No jardim dessas pessoas inseto ou praga alguma ousa entrar, não tem espaço para elas. No jardim dessas pessoas é sempre possível ver borboletas, beija flores e passarinhos revoando de lá para cá como se estivessem num paraíso.

O jardim dessas pessoas são um colírio para os olhos, por que essas pessoas são abençoadas por Deus...


quarta-feira, 10 de outubro de 2012

O Jambeiro e o jardim

O pé de Jambo foi plantado em Agosto de 2008, o jardim eu e minha mãe começamos antes mesmo da nova casa ficar pronta, em meados de 2011. Foi um trabalho árduo, nunca vou conseguir agradecer o suficiente, tudo que ela fez (e faz) por mim, terra para tirar aqui, terra para colocar ali, na verdade o caos era indescritível, então segue as fotos...



 Uma mudinha de Comigo ninguém pode para espantar o olho gooordo


Não dava para acreditar que isso um dia pudesse ser um jardim decente! 



 Um dia fui para Rondônia em um projeto e quando cheguei meus pais haviam colocado terra e esterco; sempre tão atenciosos e dedicados


                              sem saber por onde começar, plantamos algumas mudinhas


e foi preciso muita força de vontade!


Meu pai fez e me deu um tratadouro para pássaros livres





ás vezes era preciso distrair com outras coisas 

 

ou olhar bem longe no horizonte para não enlouquecer

                             

                                         

mas Deus sempre providencia uma alegria


e outra... (um Tico-tico começando a visitar o tratadouro)

                                      

E o jardim provisório foi sendo formado





                                              e as Onze Horas deu vida ao jardim


olha o pé de Jambo aí no vaso, tão miudinho...


minha pedra que cresce, essa marrom redonda, meu avô materno achou ela pequenininha um dia na estrada e ela foi crescendo, mudando de cor e formato



                                         

                             

 com os tocos ficou mais fácil andar

                           

plantamos e semeamos


e as cores foram surgindo


choveu...


nublou...

.

e com sacrifício meu namorado conseguiu por grama e fazer os canteiros definitivos, mais trabalho para mim e minha mãe, salvamos o máximo de planta que conseguimos...



Onze Horas laranjada dobrada


Bananeirinha do Brejo


Cacto-margarida


o JAMBEIRO


Manacá da Serra anão


Mini-rosa


Hibiscos


                          

Cinerária, Beijinho Turco, Ixória, Orquídea Bambu, Eriquinha, Unha de Gato, Azaléia, Cravína, Torênia, Roseiras, Beijo Pintado, algumas cores de Onze Horas simples e dobrada entre outras flores das quais vou falar no decorrer dos dias...


O Jambeiro, no vaso preto uma Jabuticabeira, no potinho branco Brinco de Princesa e atrás Calandiva

                                       

Enfim o jardim como está, agora com uma cerca devido uma cachorrinha arteira que adotamos em Março e se acha dona de tudo

                           

Apesar dele estar mais bonito, nunca vou me esquecer dessas Onze Horas que um dia preencheram meu coração de tanta alegria.